Qual é a importância da hormonologia para a prática médica?

Compartilhe

Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
hormonologia e prática médica

Os hormônios são substâncias produzidas naturalmente pelo corpo humano com funções essenciais à vida.

Todos os processos que regulam nosso bem-estar, nossas rotinas, nosso sono, nossa capacidade produtiva, sexual e digestiva estão associados aos processos hormonais.

No entanto, ouvimos falar sobre os hormônios como se fossem algo a ser visto de maneira prejudicial para o nosso organismo. Como se fossem algo que devemos tomar cuidado e evitar.

Aliás, o conceito de remodelação hormonal é um assunto que gera grandes confusões até mesmo entre profissionais de saúde.

E esse é um dos motivos pelos quais eu acredito que todas as pessoas deveriam ir além e compreender mais a fundo sobre o papel e a importância da hormonologia para a prática médica.

Leia também: Quais as diferenças entre esteróides anabolizantes e remodelação hormonal?

O que é hormonologia?

A hormonologia é a ciência que procura estudar as ações dos hormônios no corpo humano, no sentido de manter o indivíduo pleno e saudável.

SIM! Os hormônios constituem uma matéria-prima tão universal e holística, que a sua observação pode ser usada tanto para tratar doenças, quanto para tratar a saúde.

E é exatamente esse o ponto que difere a hormonologia de qualquer outra especialidade.

Aliás, o domínio dos preceitos da hormonologia transcende especialidades e áreas da saúde.

Por isso, não existem justificativas para que profissionais responsáveis por cuidar da saúde das pessoas, ignorem o funcionamento dos hormônios e, portanto, a importância da hormonologia para a prática médica.

Hormonologia x Endocrinologia

É verdade que estas duas áreas da medicina utilizam os hormônios como medidor essencial em suas atuações.

No entanto, é inadmissível que ambas sejam confundidas ou comparadas.

A hormonologia e a endocrinologia são especialidades que caminham de forma paralela, porém, independentes uma da outra.

A endocrinologia, por exemplo, se encarrega de avaliar as ações hormonais sob a ótica da detecção de doenças ou alterações metabólicas que possam levar a doenças ou comorbidades.

O hipertireoidismo, a obesidade e a diabetes são alguns exemplos de doenças que podem estar relacionadas aos declínios hormonais.

Uma vez observados estes declínios, ou excessos, a endocrinologia usa tais parâmetros para identificar essas doenças e, então, poder tratá-las.

Dessa forma, podemos dizer que a endocrinologia não se ocupa de avaliar os efeitos dos hormônios no organismo, como é o caso da hormonologia.

Mesmo assim, é uma área nobre e que merece toda atenção e reconhecimento.

Por outro lado, a hormonologia procura usar os princípios das funções hormonais com o objetivo de manter as pessoas saudáveis e, consequentemente, evitar o surgimento dessas doenças.

Hormonologia para a prática médica

Há quem diga que o ser humano é feito de carne e osso. No entanto, trata-se de uma meia verdade.

Se refletirmos acerca da integridade funcional de cada indivíduo, não podemos ignorar o papel dos hormônios.

Eles são os mensageiros químicos que governam a vida!

E o princípio básico que leva o corpo humano ao equilíbrio, é o equilíbrio hormonal.

Assim sendo, o conhecimento em hormonologia é um assunto que deve fazer parte da formação de um médico, em qualquer que seja a sua especialidade.

Aliás, qualquer que seja a área de atuação dentro das ciências da saúde, eu asseguro, de maneira categórica, que o conhecimento sobre hormonologia, pode mudar a nossa forma de enxergar a saúde e a nossa concepção de saúde.

É através desses conhecimentos que passaremos a analisar o indivíduo, principalmente pelo ponto de vista da manutenção do seu patrimônio de saúde, ao invés de simplesmente esperar por sintomas que acabam desaguando em uma doença, ou no comprometimento da sua qualidade de vida.

É por isso que todo profissional de saúde deve compreender o papel dos hormônios no organismo.

Esse conhecimento vai expandir de forma exponencial os horizontes de qualquer área, seja você um médico, fisioterapeuta, odontologista, nutricionista, biomédico, terapeuta ocupacional, e por aí vai.

Espero ter esclarecido a importância da hormonologia para a prática médica.

Para saber mais sobre o assunto, assista ao vídeo abaixo onde trato deste tema tão importante com maior riqueza de detalhes.